O que é a Terapia de Guarda-roupa®?

A Terapia de Guarda-roupa® é um trabalho de abordagem terapêutica que visa acessar as emoções e os sentimentos presentes no momento de vestir e baseia-se mais nas histórias de vida do que nas tendências de moda em si.

É um processo de autoconhecimento por meio do seu guarda-roupa que tem como principal objetivo te conduzir numa autodescoberta, um olhar para dentro que permite não só conhecer sobre vestimenta e estilo, mas também conectar quem você é àquilo que você veste.

Entendo que o ato de vestir é uma expressão de quem somos... é um reflexo do momento que estamos passando (que pode ser bom ou ruim). Nos comunicamos com aquilo que vestimos, as vezes, comunicamos auto amor, autoconfiança, algumas vezes confusão mental, baixa autoestima e até depressão. Ao identificarmos esses sentimentos tornamos o resultado na imagem pessoal ainda mais profundo e sustentável.

Desta forma vamos além das orientações de como se vestir melhor. É um momento dedicado para você se observar por meio das suas influências familiares, experiências de vida, personalidade e como esses fatores estão presentes na sua vestimenta.

Somente após este mergulho é possível definimos uma proposta de imagem pessoal, identificarmos seus estilos predominantes, realizarmos sua análise de coloração, silhueta e para finalizar montamos diferentes looks com as roupas que já tem e você recebe orientação para comprar de maneira consciente.

Para quem é a Terapia de Guarda-roupa?
É para as mulheres que querem transformar sua forma de vestir de maneira original e autêntica, que buscam se reconhecer com o que vestem e que estão abertas para acessar as emoções e sentimentos presentes em seu momento de vestir.

"Quanto mais a gente se conhece, mais fácil é escolher o que vestir."
Theresa Rachel - Terapeuta de Guarda-roupas®

Depoimentos

"Desde meu primeiro encontro com a Theresa, fiquei encantada com sua proposta, acolhimento e também pela estrutura física de seu espaço - perfeito para se desligar do mundo externo e nos conectarmos com nós mesmos.
Com o passar dos encontros, ela foi a guia em um profundo processo de autoconhecimento e busca pela minha essência. Descobri em mim mesma minhas verdadeiras vontades, gostos e opiniões. Redescobri valores e me libertei de alguns limitantes que me impediam de ser quem eu realmente era. Tudo isso se refletiu na construção de meu novo guarda-roupa! E olha que detalhe interessante: um novo guarda-roupa formado por peças que eu já tinha, mas combinadas de um jeito muito mais condizente com a nova "Aline" que surgiu!
Acredito que nada em nossas vidas acontece por acaso e tenho em mim que o encontro com a Theresa foi fundamental para trazer mais confiança, alegria e leveza para minha vida e meu guarda-roupa! Ela é uma pessoa realmente muito especial, carinhosa e sensível. Espero que muitas outras mulheres tenham a oportunidade e a sorte que tive em conhece-la e passar pela terapia de guarda roupa! Foi uma experiência única e incrível!"

Aline Balazina

" A Theresa apareceu na minha vida através de uma reportagem. Já tinha tido vontade de fazer um processo desse, mas pelo que via na tv - aquela situação de jogarem minhas roupas fora não me agradava nem um pouco. A abordagem dela é totalmente diferente. A maneira carinhosa com a qual ela conduz tudo. Ela é uma pessoa realmente especial. Ir nas minhas manhãs de Sábado para Campinas era o auge da minha semana. Era um tempo dedicado a mim e ao meu feminino. A parte de coordenação de estampas foi demais.
O processo todo foi maravilhoso. Ter uma guia para ajudar a desvendar minha personalidade, o meu corpo, o meu atual momento e as minhas cores. Descobrir o que me favorece e saber que não tenho que seguir nem comprar roupa de moda foi maravilhoso. Estou adorando me arrumar para mim e me vestir da maneira que eu realmente sou. E o mundo também tem notado essa mudança. Serei sempre grata a Theresa por ter me ajudado a me revelar. Recomendo muito esse processo. Todas deveriam se permitir um tempo e experimentar um processo como esse. É realmente especial."

Isabel Vieira

Ver todos os depoimentos